Residência

Antes de entrar ou sair de casa, verifique a presença de pessoas estranhas. Na dúvida, avise seus familiares e ligue 153 ou 190. Chegue por locais e horários diferentes. Tenha a chave de sua casa à mão antes de chegar à porta. Isole as dependências externas, trancando as portas intermediárias. Fique atento à presença de estranhos no quintal nas primeiras horas da manhã, de forma que possam rende-lo para alcançar o interior da casa. Desconfie de serviços que você não solicitou ou consertos e checagem de problemas que você não observou. Sempre examine as credenciais de qualquer funcionário e confirme todos os dados por telefone com a respectiva empresa. Alerte seus familiares e vizinhos.

Não abra a porta para entrega de encomendas não esperadas (presentes, flores, malas diretas, etc.). Se decidir atender, avise pelo telefone um vizinho e peça que ele fique de olho. Havendo outras pessoas na casa, uma delas devidamente resguardada, deve permanecer alerta vigiando o atendimento. Não guarde valores em casa. Se preferir usar cofres em sua casa, guarde sigilo quanto a sua existência e localização. Sempre que possível instale mais de um, instalando um deles fora de seus aposentos particulares.

Somente contrate funcionários com referências que possam ser confirmadas por pessoas de sua confiança. Faça uma verificação completa (endereço, referências profissionais anteriores, etc). Não contrate ou forneça armas de fogo a vigias inexperientes, que não tenham habilitação técnica, eles são facilmente rendidos por marginais. Não tenha armas de fogo em sua casa se você não tiver treinamento específico. Isto pode representar um risco ainda maior. Instale e teste periodicamente alarmes sonoros e/ou luminosos para sua melhor segurança e também para que seus vizinhos reconheçam com facilidade e possam ajudar em caso de perigo. Cuidado com a instalação de exaustores e aparelhos de ar condicionado, pois este pode ser um ponto vulnerável em sua casa.

Procure conhecer seus vizinhos e combinar medidas de auxílio mútuo, como sinais luminosos ou telefonemas. uma participação comunitária ativa à imprescindível. Mantenha sempre à mão os telefones de emergência da Polícia. Instrua seus familiares e empregados de como proceder em caso de perigo ou de simples observação de suspeitos nas imediações. Tenha especial atenção em trancar portas e janelas quando você sair de sua casa, mesmo por pequenos intervalos. Quando você for viajar peça para que um vizinho ou amigo recolha sua correspondência, instale dispositivos automáticos para luzes externas e internas, programe aparelhos eletrônicos para serem acionados, etc sempre procurando dar a impressão de que sua casa esta ocupada.

Não permita que as janelas e portas de sua casa possam ostentar sua qualidade de vida. Cuidado ao parar em frente a sua residência, especialmente quando for abrir o portão ou descarregar seu veículo após uma viagem. ertifique-se ANTES de não haver ninguém suspeito próximo. Mantenha os telefones de emergência fixados em um local de fácil acesso na casa. Tenha um bom relacionamento com os vizinhos e informe-se sobre o que ocorre nas proximidades. Estabeleça códigos de acesso à sua casa, para que se um dos moradores for surpreendido por assaltantes, possa avisar os outros de que algo não está bem.

Caso sua casa apresente um aspecto de arrombamento não entre. Avise seus familiares e Chame a polícia. Caso você vier a se deparar com delinquentes, mantenha-se calmo. Não discuta, não encare ou reaja. Procure agir com calma indicando cada movimento e se possível procure memorizar as características pessoais, trajes, gírias, etc.