DIRETORIA
(Comando)

DIRETOR: INSPETOR CHEFE MARIO SÉRGIO ZOMBINE

O Comando da Guarda é exercido pelo seu Diretor, que possui uma equipe e estrutura
para auxiliá-lo na gestão da Corporação, dividida em 03 importantes Divisões:


• Divisão Administrativa , com 07 setores.
• Divisão de Ensino e Treinamento, com 06 setores.
• Divisão Operacional, com 14 setores.

APOIO AO COMANDO:


ALTO COMANDO

O Alto Comando da Guarda Civil foi criado pelo prefeito Reinaldo Nogueira (PMDB) pelo Decreto 11.000 de 10/02/2011 com a finalidade de assessorar o comando da instituição com estudos, discussões e orientações. Compõem o Alto Comando: Chefes de Divisão, Coordenadores e Supervisores. A chefia fica a cargo do Diretor da Guarda.

GEAC

O GEAC - Grupo Especial de Analise Criminal é o órgão executor do GGI (Gabinete de Gestão Integrada) preconizado pela SENASP, e é coordenado pelo Diretor da Guarda e pelo Secretário Adjunto de Segurança Pública.

O objetivo é analisar constantemente os índices criminais e as solicitações da população para traçar linhas de trabalho com vistas a reduzir a criminalidade. Com essas informações são organizadas ações policiais preventivas focadas nas reais necessidades da presença da Guarda, Polícia Civil e Polícia Militar por meio de um ou mais dos diversos programas de policiamento.

Integram a equipe representantes da coordenação operacional, dos setores de planejamento, inteligência, estatística e do COI (Centro de Operações e Inteligência), além do comandante da corporação. Participam ainda a Polícia Civil e, desde 2012, com a assinatura do protocolo de cooperação, a Polícia Militar.

Os dados são apresentados com base em Boletins de Ocorrência registrados na Polícia Civil e apontam os padrões da criminalidade e pontos críticos, correlacionando dias e horários, além de comparar períodos similares. O resultado do estudo dos dados é apresentado com sugestões de iniciativas. Também são mantidos informados os guardas para que conheçam a realidade dos setores onde atuam e os principais problemas registrados.

Com as informações delineadas é possível determinar tendências. Com elas, os profissionais rastreiam características de delitos. Esse trabalho fundamenta-se na integração das polícias, já que a Secretaria Municipal de Segurança Pública integra dentro de um sistema único todas as ocorrências geradas pela Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Civil.

Os dados levantados são trabalhados e tornam-se informações. É constituído, assim, o planejamento denominado “Plano de Ação Quinzenal”. Ele possui metas claras e objetivas para combate aos crimes.

O resultado é que as forças de segurança no município de Indaiatuba agem de forma planejada e conjunta, combatendo o crime onde e quando ele acontece. O patrulheiro não sai para as ruas sem conhecer a realidade do setor onde vai atuar; sem conhecer possíveis suspeitos, sejam pessoas ou veículos.